Corretor Online

Corretor

Costa Esmeralda Empreendimentos Imobiliá
Atendimento Online
Atendimento
Atendimento por E-mail
Atendimento
Por e-mail

Telefone
(47) 3369-0057
(47) 9918-1894

Busca de Imóveis

Além dos melhores imóveis de Bombinhas e Região, colocamos a sua disposição os mais avançados meios para localização
das melhores oportunidades de negócios. Utilize uma das ferramentas abaixo e bons negócios!

Busca por Código:

Buscar agora
Primeiros Habitantes
 
Muitas são as evidências de que os índios carijós pertencentes à nação tupi-guarani foram os primeiros a povoarem este litoral. Os sítios arqueológicos (sambaquis), descobertos em algumas praias e terrenos de igrejas de Bombinhas, como a de Zimbros e de Canto Grande não deixam dúvidas. Infelizmente escavações que nada tinham a ver com pesquisas, arruinaram alguns desses tesouros. Sambaquis foram destruídos pela ação inconseqüente de moradores, por projetos imobiliários, construções e aberturas de ruas para loteamento, comprometendo esse patrimônio histórico e arqueológico.
Povoamento Açoriano na Região
Os primeiro colonizadores a chegarem em Santa Catarina foram os espanhóis. No ano de 1527, Sebastião Caboto, a serviço do rei da Espanha, atracou na enseada de Zimbros, batizando-a de São Sebastião. Grande parte da tripulação decidiu ficar no Brasil espalhando-se pelo litoral catarinense. E para comprovar a veracidade da terra descoberta, quatro nativos brasileiros foram levados como "troféus" para a Europa.
 O governo português no intuito de garantir o seu domínio na nova colônia, decidiu enviar uma expedição em 1711, comandada por Manoel Gonçalves de Aguiar, que aportou na Enseada de Garoupas, nome dado à região de Porto Belo, com a finalidade de constatar as riquezas locais e a possibilidade de povoamento.
 Crises econômicas e terremotos nas ilhas dos Açores e da Madeira fizeram com que o Rei D. João V de Portugal, em 1735 apressa-se a colonização em nosso litoral e interior.
Como viviam os Novos Habitantes
Os sítios arqueológicos localizados nas praias, provavelmente em função da sobrevivência através da pesca, embora também se dedicasse à plantação de mandioca. Os imigrantes, ao contrário, preferiram fixar-se nos morros, onde dedicavam-se principalmente à agricultura, o que promoveu a povoação em áreas do interior da península. Começaram as primeiras plantações de feijão, café, batata, cana de açúcar, mandioca, frutas e ervas medicinais, a maior parte para consumo próprio.
O Comércio era feito à base de troca de mercadorias, com muita dificuldade. Eram necessárias longas caminhadas pelas picadas abertas através dos morros e tabuleiros, carregando pesados fardos sobre os ombros, não raras vezes até o vizinho povoado de Tijucas. O processo levava o dia inteiro, e no retorno ainda aproveitavam para recolher lenha.
Brasileiros descobrem Bombinhas
Na década de 50, a beleza e a abundância da pesca despertaram a curiosidade de turistas, inicialmente dos municípios adjacentes, e posteriormente, de gaúchos e paranaenses. A partir da década de 70 verificou-se marcante aumento populacional, o que provocou profunda transformação na vida do balneário.
A Emancipação
O rápido crescimento populacional despertou na comunidade o sonho de liberdade. Em 1991, a Assembléia Legislativa aprovou uma resolução que autorizava o plebiscito, realizado no dia 15 de março de 1992, quando a emancipação foi aprovada por 1.454 cidadãos, contra 75 votos desfavoráveis.
Em 30 de março de 1992, foi oficializado o Município de Bombinhas, pela Lei Estadual no 8.558, publicada no Diário Oficial do Estado de Santa Catarina, número 14.414 de 1º de abril de 1992, sendo eleito como primeiro prefeito, Manoel Marcílio dos Santos, popularmente conhecido como Maneca.
O Desenvolvimento
Em 1996, Bombinhas contabilizava 5.845 habitantes, ou seja, 166 pessoas por quilômetro quadrado. Já no ano de 2000 eram 8.700 habitantes, com 241 por quilômetro quadrado, confirmando um crescimento de mais de 10% em apenas quatro anos. Esse aumento colocava Bombinhas na quarta posição, entre as cidades que mais cresceram nesse período em Santa Catarina.
A População flutuante é de 60 a 80 mil habitantes (alguns que dizem chegar a 200 mil), durante os meses de dezembro a março, quando a cidade é invadida por veranistas e turistas.
Em Bombinhas, a administração pública e comunidade vêm realizando um trabalho conjunto de conscientização, visando o crescimento ordenado e um planejamento para o desenvolvimento correto do turismo, sem comprometer a capacidade de suporte do município, a preservação da natureza privilegiada e a qualidade de vida dos habitantes e da população flutuante.
 
                                                         
  fonte prefeitura municipal de Bombinhas
 
  

 
  BOMBINHAS E SUAS PRAIAS
                                                             Texto Ike Gevaerd*
 
AS   26   PRAIAS   DE   BOMBINHAS 
 
* Galheta, *  Bombas, *  do Ribeiro, *  Prainha,  *  0 Embrulho,  *  Lagoinha,  *  Sepultura, *  do Biguá,  *  dos Ingleses,  *  Quatro Ilhas,  *  do Caeté,  *  do Atalaia,  *  Mariscal,  *  Canto Grande, *  Conceição, *  da Tainha, *  Porto da Vó, *  Canto  *  Grande de Dentro, *   Morrinhos,  *  Zimbros,  *  Triste,  *  do Cardoso,  *  Vermelha,  *  da Lagoa, *  do Cantinho.

 
 PRAIA DA GALHETA
 
# Agreste e Selvagem 
Conhecida por poucos e localizada na Ponta da Galheta, ou Ponta de Bombas, esta minúscula praia com pouco mais de 100m é formada de areia, pedras e conchas, é a primeira praia ao norte do município de Bombinhas e pode ser considerada a mais agreste, sendo pouco freqüentada por causa do difícil acesso.
A praia é deserta e não oferece nenhuma estrutura, nem água potável. Todo lixo produzido deve ser levado embora. 
Como chegar
A pé – No canto esquerdo da praia de Bombas, tem inicio uma trilha com pouco mais de 1 km que da acesso à praia.
De carro - Pegar a estrada que liga Porto Belo à vila de Pescadores do Araça, passando a vila seguir a estrada de barro em direção à ponta da Galheta. Chegando na praça Jackes Costeau, de onde se tem uma das mais belas vistas das praias de Bombas e Bombinhas, estacione o carro nas imediações e siga ladeira abaixo até chegar ao costão onde uma trilha com aproximadamente 60 degraus o levará até a paradisíaca praia. 

 
 
PRAIA DE BOMBAS


 
 
# Tradicional e Tranqüila
É a praia mais família de Bombinhas e possui bons hotéis e restaurantes. Com 2 km de extensão suas areia limpas e águas,  Bombas oferece toda a estrutura para um gostoso veraneio.
Possui diversos restaurantes de frente para o mar, que servem de apoio para os turistas de um dia e a sua orla é ocupada principalmente por casas de veraneio.
É a primeira praia a ser avistada por quem chega ao município via Porto Belo e sua monumental paisagem já pode dali ser admirada.
No inverno podem ser observados na praia os pescadores  consertando suas redes e esperando um cardume de tainhas.
Atividades - Surf, Pesca de Arremesso, Banho, Esportes Náuticos, Caminhadas.
Infra Estrutura – Salva Vidas no verão, Comércio em Geral, Farmácia, Médico, Dentista, Hotéis, Pousadas, Camping, Restaurantes e Casas de Aluguel.

 
 
PRAIA DO RIBEIRO

# TRANQÜILA E SERENA 
Localizada entre as Praias de Bombas e Bombinhas com uma extensão de pouco mais de 200 metros é a ideal para quem procura tranqüilidade para seus  banhos de mar e sol. 
Pode chegar-se a ela através de trilhas pelo costão partindo de Bombas e Bombinhas. Ou por um acesso de terra a partir da avenida principal. Os terrenos alodiais pertencem à iniciativa privada que ali pretende desenvolver um projeto turístico. 
Infra estrutura - Nenhuma
 
PRAIA DE BOMBINHAS 

# Famosa e Agitada
É a capital do município e também a mais movimentada. Oferece um mar tranqüilo, de águas cristalinas, propícias para banhos. Nos seus quase 1.000m de extensão, ainda encontramos resquícios de areia de quartzo branca e muito fina, que ao contato com os pés provoca um barulho; atribui-se a este fato o nome do município.
 
 
  
Existem diversos bares e restaurantes na beira da praia, destacando-se belas casas de veraneio sendo algumas para alugar. 
Bombinhas oferece uma gama de opções quando o assunto é pousada, que existem para todos os gostos e bolsos.
Os que desejarem alugar casas não terão dificuldade nenhuma. 
Não deixe de visitar a Vila do Engenho um museu vivo da Cultura açoriana, onde você poderá ver um engenhos de farinha e cana de açúcar funcionando e produzindo melado e a melhor farinha de mandioca do Brasil 
A pequena baia que emoldura as águas cristalinas da Praia de Bombinhas tem na Ponta do Zarling um belo referencial. Ainda não ocupada, oferece um belíssimo visual para quem a visita, seja por terra, mar ou ar. 
Encontram-se em Bombinhas  as operadoras de mergulho, que oferecem aulas e saidas de barco para mergulho. 
A proximidade da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e as boa condições de visibilidade das águas fazem com que Bombinhas seja conhecida também como a capital brasileira do mergulho ecológico 
Depois da Ponte, à direita,  temos a rua da Pousada, a mais simpática do município abrigando alguns dos melhores restaurantes e Pousadas da Região. 
Infra-estrutura – Hotéis, Pousadas, Banco, Bares Restaurantes, Camping, Farmácia, Médico, Dentista, Escolas de Mergulho, Barcos de Passeio, Casas de Aluguel. 

 
 
PRAINHA 
 
# Centro Náutico 
São três pequenas praias anexas à praia de Bombinhas, separadas por costões e pedras. 
A primeira, a praia do Trapiche é o centro náutico de Bombinhas. Dali partem diversos barcos de passeio sendo também ponto de partida das escolas de mergulho do município. 

 
 
PRAIAS DO EMBRULHO, LAGOINHA, DA SEPULTURA E DO BIGUÁ
 

# Sombra e água fresca 
Encostada à ela está a praia da Lagoinha, tranqüila e propícia para quem deseja iniciar no mergulho, possui uma petiscaria que completa o dia de lazer. 
Ponta do Zarling, trapiche. 
Primeiros contatos com a fauna e flora marinha 

 
 
 
PRAIA DOS INGLESES ou(Retiro dos Padres)
Final da Praia do Retiro dos Padres.

#  Para acampar, pescar e mergulhar
Tem 100 metros e a maior parte da área alodial pertence à Igreja Católica, onde existe um camping com cabanas e restaurante. Ao lado está sendo construído um pequeno condomínio que tornará a praia pública, definitivamente. O acesso para carros e pedestres é pelo costão, direto da praia de Bombinhas. Bom lugar para mergulho autônomo e para pesca esportiva. Aberta ao público.

 
 
QUATRO ILHAS 
# A de Quatro Ilhas 
Praia ideal para aqueles que já têm um pouco de conhecimento e respeito por Netuno. A praia, cuja formação está em constante mutação, é procurada por aqueles que gostam de pegar jacaré, nadar e bater papo nos barzinhos à beira mar. Possui restaurantes e bares dos mais diversos tipos. No costão squerdo há um campinbg que só funciona no verão, aliás o que acontece com praticamente todos os campings da região, com exceção do Flor do Mar e Pousada do Arvoredo. No verão é ali que a galera se encontra.
Avista-se desta praia as quatro ilhas, que lhe deram o nome: Galés, Deserta, Macuco e Arvoredo, que compõem a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo.

 
 
 
DA ATALAIA
 
# A Reservada 
Com 150 metros de praia bem protegidos, situada entre o morro de Quatro Ilhas e a praia do Mariscal. Geralmente é o destino de quem caminha pelo Mariscal. Tem uma pousada e um camping.
 
 
MARISCAL 
 
# Espaçosa e Limpa
Tem 4 Km e é ideal para banhos e caminhadas. No inverno e no outono é propícia para a prática da pesca de arremesso. Zero de poluição e muito procurada por surfistas. No Mariscal há bons hotéis e pousadas.


 
CANTO GRANDE

 
# O Último Reduto
A pequena vila do Canto Grande localizada em um istmo, no município de Bombinhas, é sem dúvida um dos últimos redutos do nosso litoral para quem esta atrás de paz e tranqüilidade. Esta pequena vila(mais ou menos 800 habitantes) é formada principalmente por pescadores, maricultores e seus descendentes que se orgulham de serem chamados de “nativos”. Muitos ainda mantém vivas as tradições herdadas de seus antepassados, como o Boi de Mamão, o Terno de Reis, a Farra do Boi e a pesca artesanal, esta  praticada por alguns heróis como o Tó, o João da Luisa, o Passo  e o imigrante Dico, e que ainda proporcionam aos veranistas e turistas eventuais o prazer de se deliciar com um bom camarão ou uma anchova fresquinha. 
O centro da vila fica aos pés do Morro do Macaco, hoje parque municipal à espera de providências e melhores cuidados do poder público, já que a parte da comunidade está sendo feita, com o plantio de árvores e uma rigorosa vigilância dos bombeiros de plantão, papel assumido por jovens da comunidade, sempre atentos em apagar o fogo provocado  por um turista irresponsável. A vista que se tem a partir do topo do Morro do Macaco é esplêndida: ao norte as praias do Mariscal e Quatro Ilhas, ao leste as ilhas da Reserva Biológica do Arvoredo (Galé, Arvoredo, Deserta), ao oeste a Baia de Zimbros e ao Sul a Ilha de Santa Catarina.
Uma caminhada pela trilha da Tainha, na beira da enseada de Zimbros,é outra excelente opção de lazer para quem não se contenta apenas com suas  idílicas praias, a do Mar de dentro, do Mar de Fora e da Conceição.

 
 
MAR DE DENTRO E DE FORA
 
 
# Um privilégio 
Banhado pelas águas de duas enseadas, a vila do Canto Grande é privilegiada diante das outras localidades do município de Bombinhas, pois oferece opções de freqüência conforme o vento. A Praia do Mar de Fora, situada no lado leste da vila é propícia para os que preferem o mar um pouco agitado, com ondas ideais para a pratica do jacaré e do surf. Suas águas cristalinas lhe conferem o título de a mais pura e limpa da região, é muito procurada também pelos adeptos da pesca de arremesso e suas águas, nos meses de julho e agosto, servem de refúgio para  as baleias que migram da Antártida. Suas areias limpas se confundem com as da praia do Mariscal e compõe um cenário ideal para os adeptos de saudáveis caminhadas. Durante o verão a pedida, depois de um delicioso banho de mar, são os famosos petiscos do bar do Lino, sempre acompanhados de uma cerveja e do Oceano Atlântico para ser apreciado. Obs. o jet ski não é bem vindo.


 
PRAIA DA CONCEIÇÃO 
 
# Areias Monazíticas e Piscina Natural
Separada da Praia do Mar de Fora pela ilhota no cantinho há local para saída dos barcos particulares para pesca e lazer. Área de lazer da comunidade. piscina natural e costões para mergulho.
 
PRAIA DA TAINHA 
 
# A Última Parada 
Ocupada por casas de veranistas está se recuperando de uma ocupação desordenada mas se destaca cada vez mais como a  mais agreste do município. Em dias de vento a favor a praia é propicia para banhos e mergulhos. Extensão 200 metros.


 
Fonte prefeitura municipal de Bombinhas-SC

Costa Esmeralda Empreendimentos Imobiliá

Redes Sociais:

FacebookTwitter


Av. Leopoldo Zarling, 1650 - Sala 03 - Bombas - Bombinhas - SC - CEP 88.215-000
Central de Atendimento (47) 3369-0057 | (47) 9918-1894 [ como chegar ]
Desenvolvido por

Union Softwares - Sistema para Imobiliária + Site para Imobiliária - Especialista em Imobiliária